Publicada em 11/01/2017 às 09h12.
Executivo da Odebrecht é interrogado na República Dominicana
Interrogatório foi considerado insatisfatório pelo procurador-geral da República, Jean Alain Rodríguez.

 

 

 

O gerente-geral da Odebrecht na República Dominicana, Marcelo Hofke, foi interrogado pelas autoridades do país nesta terça-feira (10), dando sequência ao acordo de leniência assinado com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos para identificar os beneficiados com os US$ 92 milhões em propinas pagas pela empresa.

 

Segundo o G1, o interrogatório durou seis horas e foi considerado insatisfatório pelo procurador-geral da República, Jean Alain Rodríguez, que participou da ação.


O representante comercial da Odebrecht na República Dominicana, Ángel Rondón, foi apontado por Hofke como a "pessoa que recebeu os 92 milhões".


A matéria informa que a Procuradoria-Geral da República Dominicana analisa contratos do Ministério de Obras Públicas, do Instituto Nacional de Abastecimento de Água e Esgoto (Inapa) e da Corporação Dominicana de Empresas Elétricas Estatais (Cdeee) com o grupo brasileiro.


Notícias ao Minuto 

TODOS OS COMENTÁRIOS (0)



Login pelo facebook
Postar
 
Região: Últimas notícias
Curiosidades
Policia
Pernambuco
Fofoca
Política
Esportes
Brasil e Mundo
Tecnologia