Publicada em 17/03/2017 às 13h59.
Policial e ex-policial são suspeitos de integrar grupo de extermínio
A polícia já tem informações sobre oito homicídios cometidos por eles, que estariam disputando áreas da Zona Norte com outro grupo de extermínio.

Polícia divulgou identidade dos foragidos nesta sexta-feira / Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

Polícia divulgou identidade dos foragidos nesta sexta-feira
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
JC Online

A Polícia Civil divulgou, nesta sexta-feira (17), a identidade de cinco homens foragidos suspeitos de integrar um grupo de extermínio da Zona Norte do Recife. Entre eles estão o policial Cláudio da Silva Melo, lotado do 11º Batalhão da Polícia Militar, e o ex-policial Marcos Antônio Souza. O segundo, conhecido como 'Galo', liderava a organização e já havia sido preso há 8 anos, quando fazia parte de outro grupo de extermínio, o Thundercats

 

Os outros três suspeitos são Denilson Moreira da Silva, José Roberto de Farias e Tancredo Miternis Teixeira. A quadrilha teria envolvimento no assassinato do ex-presidiário e líder de um grupo de extermínio rival, Lúcio da Bomba, no dia 9 de março. O PM Eduardo Leite estava no mesmo carro que a vítima e ficou ferido na ação.


Disputa entre grupos de extermínio na Zona Norte do Recife

Segundo o delegado Alfredo Jorge, Marcos Galo e Lúcio da Bomba eram parceiros, mas houve uma divisão no grupo dos dois e eles passaram a ser rivais, disputando áreas da Zona Norte do Recife. "Por conta disso alguns homicídios tem acontecido. Seja o grupo de Lúcio matanto o grupo de Marcos ou o de Marcos matando o de Lúcio", explicou. 


Até o momento, a polícia tem informações sobre oito homicídios que teriam sido cometidos pelo grupo de Marcos Galo. Eles também teriam envolvimento com tráfico de drogas, assaltos a bancos e outros crimes.


execução de Lúcio da Bomba aconteceu na manhã do dia 9 de março, quando o veículo em que ele estava com o PM Eduardo Leite, do 13º BPM e a esposa do militar foi emparelhado por outro carro na Rua Jerônimo Vilela, em Campo Grande. Quatro homens efetuaram diversos disparos. 


Foto: TV Jornal

 

O policial foi atingido por um tiro de raspão no pescoço. O veículo usado para interceptar o carro onde estava o ex-presidiário foi encontrado horas depois do crime, em Dois Unidos e apresentava marcas de tiros no vidro frontal.


JC Online

TODOS OS COMENTÁRIOS (0)



Login pelo facebook
Postar
 
Região: Últimas notícias
Curiosidades
Policia
Pernambuco
Fofoca
Política
Esportes
Brasil e Mundo
Tecnologia