Publicada em 19/03/2017 às 08h43.
Infravermelho pode deixar o Wi-Fi até 40 vezes mais rápido
Outra vantagem é a redução de custos, sem contar que não existe nenhuma interferência de rádio, o que acontece com o Wi-Fi tradicional.

(Foto: reprodução)


O Wi-Fi pode ficar mais rápido do que conhecemos atualmente. Um estudante holandês desenvolveu um método de transporte de dados sem fio que usa uma tecnologia bastante conhecida, o infravermelho.


 

Segundo ele, o novo padrão consegue transferir mais de 40 Gbps, bem mais do que o 1 Gbps que o utilizado atualmente fornece. Outra vantagem é a redução de custos, sem contar que não existe nenhuma interferência de rádio, o que acontece com o Wi-Fi tradicional.


 

Como funciona?

 

Como o infravermelho não consegue atravessar paredes, é preciso ter antenas de recepção em cada ambiente onde o Wi-Fi será utilizado. As antenas irradiam raios de infravermelho em diferentes posições e ângulos, o que significa que não haverá congestionamento, mesmo que muita gente acesse a rede. A luz também não afeta os olhos, nem prejudica de alguma forma a saúde.


 

Em testes, o pesquisador usou o Wi-Fi com infravermelho em curtas distâncias, mas especialistas acreditam que o potencial do método é grande.

 

 

Olhar Digital


TODOS OS COMENTÁRIOS (0)



Login pelo facebook
Postar
 
Região: Últimas notícias
Curiosidades
Policia
Pernambuco
Fofoca
Política
Esportes
Brasil e Mundo
Tecnologia