Publicada em 12/10/2017 às 09h25.
Homem sequestra amigo de infância e pede R$ 1 milhão de resgate na RMR
Após fracasso do sequestro, suspeito ainda teria forçado vítima mentir à polícia que ambos tinham sido alvo dos criminosos.

Foto: PCPE

 

Um homem foi preso em flagrante por sequestrar um amigo de infância em Itapissuma, na Região Metropolitana do Recife. Edmilson Luiz dos Santos, 41 anos, e outros três criminosos que participaram da ação chegaram a pedir R$ 1 milhão para liberar Danilo Lopes da Silva, 27 anos. Após o fracasso do sequestro, Edmilson ainda forçou a vítima a mentir para a polícia que os dois haviam sido sequestrados. O caso ocorreu na terça-feira (10), e os detalhes foram divulgados nesta quarta-feira (11).

Danilo e Edmilson foram levados pela Polícia Militar ao Grupo de Operações Especiais (GOE), no Cordeiro, Zona Oeste do Recife, na noite de terça. Até aquele momento, os dois se apresentaram na delegacia como vítimas de um sequestro. No entanto, houve incoerências nos depoimentos, o que levantou a suspeita da polícia. Então, o pai da vítima também foi chamado para depor.

“Fizemos acareação entre pai e vítima, e foi ai que a vítima se abriu ao pai, confidenciou que estava sendo ameaçado pelo Edmilson, pois ele o conhecia desde criança, sabia toda a rotina da família e disse que se ele falasse qualquer coisa sobre a participação dele no fato, ele voltaria lá ou mandaria alguém matar ele e a família dele”, explicou o delegado Guilherme Caraciolo, titular do GOE.

Após a confissão, Danilo explicou como o sequestro de fato ocorreu. Ele é motorista de Kombi e relatou que foi abordado por um desconhecido, que o forçou a entrar em um canavial que dá acesso ao engenho Água Branca. No local, o sequestrador exigiu que duas passageiras, acompanhadas de duas crianças, saíssem do veículo. Antes, ele roubou os celulares delas.

Já sem passageiros, a Kombi seguiu por uma estrada de barro, onde embarcaram Edmilson e outros dois homens. Um dos criminosos estava na direção do veículo e acabou perdendo o controle, vindo a capotar. Todos sofreram lesões, mas permaneceram andando por dentro do canavial, de onde continuaram as ligações para o pai de Danilo, pedindo o resgate de R$ 1 milhão. “Ainda durante trajeto, a vítima levou socos, pontapés, coronhadas, tudo que forçasse o pai a fazer o pagamento”, disse o delegado.

Danilo e Edmilson caminharam por uma hora até chegar ao distrito de Botafogo, onde foram conduzidos pela população para a UPA de Cruz de Rebouças. Como o sequestro não estava tendo êxito, Danilo disse que Edmilson o convenceu, por meio de ameaças, a contar uma história mentirosa à polícia, afirmando que os dois tinham sido alvo de um sequestro.


Por volta das 18h, a Polícia Militar levou os dois ao GOE, onde prestaram depoimento e a farsa foi descoberta. “Eles eram amigos de infância. Edmilson frequentava casa da vítima, conhecia os pais, mas ele foi condenado a penas somadas de mais de 20 anos, por homicídio e tráfico. Ele permaneceu preso por 14 anos, e a amizade acabou. Eles ficaram sem contato após [Edmilson] ser solto. Ele que planejou o sequestro”, contou o delegado, que disse não ter indícios de que Danilo tenha participação no planejamento do próprio sequestro. Os outros três comparsas estão sendo procurados.

Edmilson foi autuado por associação criminosa, extorsão mediante sequestro, tortura e roubo e depois encaminhado a uma audiência de custódia. Ainda segundo o delegado, ele confessou informalmente à equipe que tem 12 homicídios cometidos apenas dentro do sistema carcerário, o que será investigado. Se for comprovado, será indiciado por esses crimes também.


Folha PE

TODOS OS COMENTÁRIOS (0)



Login pelo facebook
Postar
 
Região: Últimas notícias
Curiosidades
Policia
Pernambuco
Fofoca
Política
Esportes
Brasil e Mundo
Tecnologia