Publicada em 07/12/2017 às 08h11.
Júnior Rocha conversa com Santa, se empolga e espera desfecho rápido
Com passagem pelo Luverdense, este ano, treinador revela ter gostado do planejamento dos tricolores e revelou que falta pouco para acertar números.

O Santa Cruz está próximo de anunciar o novo treinador com foco em 2018. Pelo menos isso que espera o técnico Júnior Rocha, ex-Luverdense, um dos candidatos ao cargo. Ele conversou com o presidente eleito Constantino Júnior, na tarde desta quarta-feira, e gostou muito do que ouviu. Depois da troca de ideias, as partes falaram de valores e, segundo ele, faltam detalhes para o acordo ser fechado.


- Eles fizeram uma proposta, fiz uma contraproposta. Isso não vai ser empecilho. Dá para dizer que falta pouco para acertar.


Além da questão salarial, o papo de Júnior Rocha com os dirigentes do Santa Cruz partiu muito para o lado ideológico do futebol. E isso agradou o treinador.

 

Júnior Rocha diz que conversa com diretores do Santa Cruz deixaram treinador confiante num acerto (Foto: Marlon Costa / Pernambuco Press)

Júnior Rocha diz que conversa com diretores do Santa Cruz deixaram treinador confiante num acerto (Foto: Marlon Costa / Pernambuco Press)


- Tivemos conversas e o clube colocou a filosofia que quer implantar, falei sobre a minha metodologia de trabalho e estamos negociando. A conversa me deixou confiante.


O que mais chamou a atenção de Júnior Rocha, no primeiro dia de contato com a diretoria do Santa Cruz, foi a filosofia pés no chão que foi apresentada. Ele confia que pode montar um elenco barato para que os salários sejam pagos sempre em dia.

 

- Falei com Constantino e com Jomar Rocha e me agrada o fato de eles quererem fazer as coisas com os pés no chão. Hoje em dia não dá mais aquela história que faz que paga e os atletas fazem que jogam.


HISTÓRIA NA LUVERDENSE


Júnior Rocha está no mercado depois de cinco anos seguidos na Luverdense. Para ele, um período longo é fundamental para o sucesso do trabalho.


- Fiquei cinco temporadas no Luverdense e se encerrou um ciclo. Fizemos um acordo para cada um seguir sua vida. Acho que trabalho longo é fundamental para dar certo. Não se implanta uma filosofia de trabalho e metodologia de treinamento da noite para o dia. E, para isso, vamos ter que ter pessoas sérias por trás. Confio muito que isso vai acontecer no Santa Cruz.

 

 

G1

TODOS OS COMENTÁRIOS (0)



Login pelo facebook
Postar
 
Região: Últimas notícias
Curiosidades
Policia
Pernambuco
Fofoca
Política
Esportes
Brasil e Mundo
Tecnologia