Publicada em 09/01/2018 às 09h34.
Marília Mendonça tem bens bloqueados por shows cancelados em MG
R$ 100 mil foram bloqueados da artista, da contratante e da produtora de eventos para garantir o ressarcimento de consumidores que compraram ingressos

© Instagram-@mariliamendoncacantora

 

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) determinou nesta segunda-feira (8) o bloqueio de parte dos bens da cantora Marília Mendonça para garantir o ressarcimento de consumidores que compraram ingressos de shows que foram cancelados. As apresentações estavam marcadas para acontecer em fevereiro e março de 2017 em Araguari (MG).


Segundo a determinação do juiz Márcio José Tricote, da 3ª Vara Cível de Araguari, à qual o 'G1' teve acesso, foram bloqueados judicialmente R$ 100 mil em bens da artista, da contratante, Juliana de Lima Melo Alves, e da empresa produtora do evento, chamada Workshow. O valor foi dividido entre os três réus, sendo que cada um teve cerca de R$ 33 mil bloqueados.


O site não conseguiu contato com a contratante dos eventos. A assessoria de comunicação de Marília Dias Mendonça e da Workshow informou em nota que os shows não foram realizados por conta das chuvas que atingiram o local nas datas.


Ainda de acordo com a nota, a responsabilidade de devolução dos valores dos ingressos é da contratante, e não da cantora nem da produtora. Segundo o texto, como os shows não ocorreram, Marília Mendonça também não recebeu o cachê.


Uma audiência de conciliação está agendada para o próximo dia 18 de janeiro, no Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania, Centro de Araguari. Caso as partes não entrem em acordo, os valores seguirão bloqueados.

 

 

Noticias ao Minuto

TODOS OS COMENTÁRIOS (0)



Login pelo facebook
Postar
 
Curiosidades
Policia
Pernambuco
Fofoca
Política
Esportes
Brasil e Mundo
Tecnologia