Publicada em 11/01/2018 às 07h00.
Lutadora brasileira do UFC é suspensa por dois anos por doping
A peso palha possui cartel de seis vitórias e apenas uma derrota na carreira, construída em eventos nacionais.

© Reprodução / Instagram 

 

A peso palha Amanda Ribas vai esperar por um longo período antes de estrear no Ultimate Fighting Championship (UFC). Depois de ser flagrada em exame antidoping um mês após assinar com a organização, a brasileira acabou punida nesta quarta-feira (10) com dois anos de suspensão. O castigo aplicado pela Usada (Agência Americana Antidoping) é válido até junho de 2019.


De acordo com nota divulgada pelo grupo antidopagem, os exames da brasileira continham a substancia "ostarine", vendida ilegalmente nos Estados Unidos e que não está disponível como medicamento de prescrição médica. Também conhecida como MK-2866 e Enobosarm, ela é um modulador seletivos do receptor de androgênio.


Amanda Ribas estrearia no UFC em 7 de julho do ano passado, no TUF Finale, em Las Vegas, contra a também brasileira Ju Thai. A atleta testou positivo um mês antes e acabou retirada do card.


 

A peso palha possui cartel de seis vitórias e apenas uma derrota na carreira, construída em eventos nacionais. Com informações da Folhapress. 

 

 

Notícias ao Minuto

TODOS OS COMENTÁRIOS (0)



Login pelo facebook
Postar
 
Curiosidades
Policia
Pernambuco
Fofoca
Política
Esportes
Brasil e Mundo
Tecnologia