Publicada em 12/03/2018 às 08h28.
Santa Cruz vira a chave para confronto pelo Estadual contra o Sport
Pensando jogo a jogo, o foco da Cobra Coral passa para o confronto decisivo contra o Sport, quarta-feira, na Ilha do Retiro.

Apesar de não ter ido bem na primeira fase do Estadual, o Santa Cruz defenderá contra o Sport uma invencibilidade de dez jogos / Foto: Diego Nigro/JC Imagem

Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Davi Saboya
Twitter: @davisaboya

Competir de igual para igual. Essa foi o principal aprendizado que o técnico do Santa Cruz, Júnior Rocha, tirou do empate contra o CRB, sábado, pela Copa do Nordeste. Pensando jogo a jogo, o foco da Cobra Coral passa para o confronto decisivo contra o Sport, quarta-feira, na Ilha do Retiro, em partida única pela quartas de final do Estadual. O treinador acredita que o desempenho na competição regional serve para o elenco chegar mais confiante no Clássico das Multidões.

 


 

“Uma das lições que iremos levar do jogo contra o CRB para o clássico é que, com todo respeito, estamos enfrentando na Copa do Nordeste as equipes que são favoritas nos campeonatos estaduais. E o nosso desempenho prova que estamos numa competitividade muito grande. Ainda longe do ideal, pois precisamos evoluir na construção do jogo. Só que, mais uma vez, observamos que podemos competir com qualquer equipe”, afirmou o comandante coral, que poupou sete titulares diante dos alagoanos.


O desempenho do “time misto” diante do CRB surpreendeu positivamente Júnior Rocha. Por isso, ele confessou que terá uma boa dor de cabeça para escalar o Santa Cruz diante do Sport. “Não achei que teria problema para montar o time lá. Os caras que entraram foram muito bem. Sou muito justo. Eles pensam apenas neles. Já eu tenho que pensar em todos os 32”, disse.


Desfalque

Apenas o atacante Augusto, com estiramento na coxa direita, está vetado do confronto das quartas de final do Pernambucano. Já o lateral-esquerdo Ávila, que tinha machucado a panturrilha direita, será reavaliado pelo departamento médico. “Ele não foi poupado. A lesão é para duas semanas, a cicatrização está muito boa, mas jamais irei colocar um atletas sem condição física. Digo sempre para os jogadores, no futebol só vale se estiverem 101%”, pontuou.


Apesar de não ter ido bem na primeira fase do Estadual, o Santa Cruz defenderá contra o Sport invencibilidade de dez jogos. A última derrota foi no dia 31 de janeiro, na eliminação da Copa do Brasil, para o Fluminense de Feira. No total, seis empates e quatro vitórias. Retrospecto que não sobe a cabeça do técnico. “Sempre precisamos aprender a cada partida que é necessário melhorar cada vez mais. Quero ver a equipe evoluindo jogo a jogo. Tenho certeza que, mantendo o ritmo que estamos no dia a dia, iremos chegar lá.”

 

 

JC

TODOS OS COMENTÁRIOS (0)



Login pelo facebook
Postar
 
Curiosidades
Policia
Pernambuco
Fofoca
Política
Esportes
Brasil e Mundo
Tecnologia