Publicada em 12/03/2018 às 08h59.
Faustão se revolta e diz que não canta mais tema de fim de ano da Globo
"Aqui na Globo eu não canto mais, não é novo dia p* nenhuma", disse o apresentador.

 

© Globo/Ramón Vasconcelos

 

Fausto Silva tirou a primeira parte de seu "Domingão" para criticar a política no Brasil. O apresentador aproveitou a presença do DJ Marlboro no "Ding Dong", que tocou o "Rap da Felicidade", para soltar os cachorros sobre a situação do país.


"Sou carioca e fiquei emocionadíssima de tocar essa música hoje aqui. Estamos vivendo no Rio uma situação inacreditável de intervenção no Rio, a faixa de gaza no Brasil, e se a gente não resolver...", começou Fernanda Torres, uma das convidadas do quadro, quando foi interrompida por Faustão.


"Isso já está acontecendo em outros lugares do Brasil, não é exclusividade do Rio de Janeiro. Realmente a situação é pior lá, mas como o poder público é incompetente e corrupto, ele não passa ao público, não sabe comunicar, nem mesmo essa reforma da Previdência, que é necessária, eles são tão imbecis que não sabem comunicar", desabafou.


"Nesse caso fica passando que é só no Rio, não é não. Vai no interior de São Paulo, em Fortaleza, no Nordeste, a situação é geral. O país está ao Deus dará há muito tempo. Por isso tem que ter essa consciência. Essa música é de 1995, desde essa época todo mundo clamando felicidade", continuou Faustão.


Sobrou até para o tema de fim de ano da Globo, novamente. "Por isso eu encho o saco de falar, eu não canto mais essa p* de "hoje é um novo dia...". Aqui na Globo eu não canto mais, não é novo dia p*nenhuma. O dia que tiver, eu volto aqui. Não tenho cara de pau para cantar isso."


Ele encerrou o assunto criticando os governantes. "Hoje é o grito do desespero, de uma sociedade que não conta com poder público. O Brasil é o único lugar que o governo não faz nada por você, ele rouba você. Tem que mudar." Com informações da Folhapress.

 

 

Notícias ao Minuto

 

 

 

TODOS OS COMENTÁRIOS (0)



Login pelo facebook
Postar
 
Curiosidades
Policia
Pernambuco
Fofoca
Política
Esportes
Brasil e Mundo
Tecnologia