Publicada em 07/02/2018 às 08h03.
Polícia prende 13 membros de seita religiosa que escravizava pessoas
Organização estava sendo investigada desde 2011.

© DR

 

A Polícia Federal prendeu 13 integrantes de uma seita religiosa suspeita de escravizar pessoas em Minas Gerais, Bahia e São Paulo.


De acordo com a G1, a organização conhecida como ‘Traduzindo o verbo: a verdade que marca’, que chegou a ser conhecida como ‘Comunidade Evangélica Jesus’, estava a sendo investigada desde 2011.


Nove pessoas ligadas à seita estão foragida, entre elas o líder do grupo, conhecido como Pastor Cícero.


Segundo as autoridades, a organização comprava casas e fazendas para onde levava os crentes e os obrigava a entregar todas as posses e a trabalhar sem receber nada. Convenciam as pessoas de que “o diabo estava chegando” e que, se trabalhassem para a comunidade, estariam salvas no dia do apocalipse.


 

Estima-se que a seita tenha cerca de seis mil seguidores, tendo muitos deles abandonado as famílias e começado uma nova vida dedicada totalmente à organização.

 

 

Notícias ao Minuto

TODOS OS COMENTÁRIOS (0)



Login pelo facebook
Postar
 
Região: Últimas notícias
Curiosidades
Policia
Pernambuco
Fofoca
Política
Esportes
Brasil e Mundo
Tecnologia