Publicada em 14/03/2018 às 08h01.
Paixão de Cristo de Nova Jerusalém renova figurino para a temporada 2018
Este ano, o espetáculo acontece entre os dias 24 e 31 de março.

Renato Góes será Jesus pela primeira vez no espetáculo (Foto: João Tavares/Divulgação)


Paixão de Cristo de Nova Jerusalém renovou o figurino para a temporada 2018 do espetáculo, que será realizado de 24 a 31 de março na cidade-teatro de Nova Jerusalém, localizada em Brejo da Madre de Deus, Agreste de Pernambuco.


"Terminamos uma temporada e já começamos o trabalho de pesquisa para o ano seguinte. Sempre procuramos novidades para trazer mais realidade às cenas", afirmou Marina Pacheco, coordenadora do figurino.


Para este ano, vários personagens tiveram as roupas renovadas, a exemplo de Herodes, interpretado por Victor Fasano. "Utilizamos uma cartela cromática em tons vinho e dourado, traduzindo aspectos de pinturas barrocas. O cinto e os braceletes foram bordados a mão, além dos detalhes dos anéis, tecidos nobres, brocado com estampa de arabescos vindo diretamente do Canadá, elementos da arte Islâmica e galões com pingentes vindos da Índia", contou Marina.


O figurino da rainha Herodíades também foi criado a partir de uma extensa pesquisa sobre a arte do Oriente Médio. Uma cartela de cores verde esmeralda e azul, misturada a tons dourados, irá compor os trajes da mulher de Herodes.


Atores gravaram filmes publicitários da Paixão em Nova Jerusalém

(Foto: João Tavares e Alberes Junior/Divulgação)


Novidades também no figurino de Caifás, vivido por Ricardo Mourão, que, este ano, vai usar um colar feito com capim dourado e pedras naturais, que simbolizam as 12 tribos de Israel. A coroa de espinhos usada por Jesus, que será interpretado por Renato Góes, foi inspirada no filme "A Última Tentação de Cristo", de Martin Scorsese.


A roupa da personagem Maria, interpretada por Fabiana Pirro, foram feitos vários testes de tingimento, que resultaram em uma mistura dos tons azul e cinza, transmitindo um efeito de tons esmaecidos, num jogo de claro-escuro para expressar mais peso no sentimento de dor da personagem. Além das camadas de túnicas e mantos, em tecido de fibra natural.


Para a vestimenta de Madalena, papel de Rita Guedes, foi escolhido um tom de vinho quase preto com ouro velho, além de acessórios para a cabeça, maquiagem forte e tatuagens de rena nos pés e nas mãos. "Realizamos vários testes de tingimento em amostras, conjugados com a luz cênica e direção de fotografia, o que resultou numa variação de tons bordô, uma cartela cromática que traduz aspectos de pinturas barrocas", explicou Marina Pacheco.

 

 

G1


TODOS OS COMENTÁRIOS (0)



Login pelo facebook
Postar
 
Curiosidades
Policia
Pernambuco
Fofoca
Política
Esportes
Brasil e Mundo
Tecnologia