Publicada em 18/03/2018 às 10h23.
Náutico testa favoritismo nas quartas do PE com recorde de público
Com mais de 13 mil ingressos vendidos, Timbu recebe o Afogados na Arena

Promessa de recorde de público em Pernambuco na temporada 2018 na Arena / Bobby Fabisak/JC Imagem

Bobby Fabisak/JC Imagem
Diego Toscano
Twitter: @diegotoscanoo

Com expectativa de quebra de recorde de público em Pernambuco na temporada 2018, o Náutico recebe neste domingo (18) o Afogados, pelas quartas de final do Pernambucano. A partir das 16 horas, o Timbu quer valer a liderança da fase classificatória do Estadual para continuar brigando pelo fim de jejum de 14 anos sem títulos. O jogo é único e quem vencer avança para a semifinal do Estadual para pegar o Salgueiro.


 

Para a partida, o técnico Roberto Fernandes tem três dúvidas. Duas são clínicas: com febre, o goleiro Bruno pode ser substituído por Jefferson, que volta de lesão. Já na defesa, Breno Calixto, com dores na coxa, pode ser vetado pelo departamento médico. Lá na frente, a tendência é que o treinador promova mudanças, com a saída de um volante e a entrada de um meia ou de um jogador mais avançado.


“Vamos analisar a utilização de alguns jogadores. Afinal, já são 20 jogos na temporada. Claro que a gente mesclou muito durante o Estadual, mas agora são todos jogos eliminatórios. Minha intenção é mexer o mínimo possível, mas talvez a gente tenha que dar uma segurada em um, dois ou três jogadores que estejam mais desgastados e que não renderiam aquilo que podem”, afirmou o comandante alvirrubro.


O cansaço, seja físico ou mental, de disputar três competições ao mesmo tempo, com jogos decisivos no Pernambucano, na Copa do Nordeste e na Copa do Brasil em sequência, preocupa Roberto Fernandes. “Defendo a tese de que, quando você não tem uma equipe consolidada, tem que ajustar de um jogo para o outro. Mas no máximo fazer até três modificações. O Náutico mudou, tirando o goleiro, praticamente o elenco todo durante a temporada porque fizemos três sequências com jogos dia sim, dia não. Isso se fez necessário, mas tem desvantagens, pesa em determinados jogos”, explicou.


Contra o Afogados, porém, a a postura dos dois últimos jogos não poderá ser repetida. Pelo menos é o que acredita o paraguaio Ortigoza, vice-artilheiro do Timbu na temporada com quatro gols. Contra Bahia e Cuiabá, o Náutico optou pelos contra-ataques e sofreu pressão, com Bruno fazendo milagres em ambas as partidas.


“Tem que ser protagonista (contra o Afogados). Temos obrigação de buscar o jogo, ainda mais tendo a vantagem de jogar como mandante. Temos que ser protagonistas mais do que tudo nesse jogo”, disse o paraguaio.


AFOGADOS

Engasgados com a derrota por 2x1 na fase classificatória, com gol do Náutico no fim, o Afogados vai com força máxima na Arena de Pernambuco e espera surpreender o Timbu em casa. O grande destaque do time do técnico Pedro Manta é o atacante Etinho, artilheiro da Coruja com cinco gols no Estadual. Se o Timbu vive maratona neste início de ano, o Afogados fez apenas 10 jogos e não atua há duas semanas.


FICHA DE JOGO

NÁUTICO
Bruno (Jefferson); T. Ennes, Camutanga, Breno Calixto (Camacho) e Kevyn; Negretti, Josa (J. Timbó) e Wendel; Robinho, Ortigoza e Wallace Pernambucano. Técnico: Roberto Fernandes. Esquema:4-3-3

AFOGADOS
Evandrizio; Walter, Algodão, Oséas e Thalisson; Madson, Roger, Douglas e Tarcísio. Etinho e Rosivaldo. Técnico: Pedro Manta. Esquema: 4-4-2.

Local: Arena de Pernambuco. Horário: 16 horas. Árbitro:Gilberto Castro Júnior (PE). Assistentes: Ricardo Chianca e Gilberto Freira (ambos de PE). Ingressos: de R$ 10 (promocional leste superior) a R$ 50 (inteira oeste inferior).


JC Online

TODOS OS COMENTÁRIOS (0)



Login pelo facebook
Postar
 
Curiosidades
Policia
Pernambuco
Fofoca
Política
Esportes
Brasil e Mundo
Tecnologia