Publicada em 17/05/2018 às 08h36.
Seleção feminina vence primeira na Liga das Nações de vôlei
Nesta quarta-feira (16), em Barueri (SP), as comandadas de José Roberto Guimarães venceram o Japão por 3 sets a 1 (22/25, 25/18, 25/23 e 25/11).

Tandara foi a maior pontuadora do jogo, com 25 pontos

Foto: Reprodução/Instagram

 

Com uma atuação mais sólida do que a apresentada contra a Alemanha, a seleção feminina conquistou sua primeira vitória na Liga das Nações de vôlei. Nesta quarta-feira (16), em Barueri (SP), as comandadas de José Roberto Guimarães venceram o Japão por 3 sets a 1 (22/25, 25/18, 25/23 e 25/11).


O destaque da partida foi a oposta Tandara. Fundamental para a vitória do Brasil no segundo set, a camisa 16 encerrou o duelo com 25 pontos. Pelo lado japonês, Sarina Koga foi quem terminou com mais pontos: 15.


A competição internacional substitui o antigo Grand Prix, torneio do qual o Brasil é o atual bicampeão e chegou à final em quatro das últimas cinco edições.


O Brasil terá a Sérvia na próxima rodada, mais uma vez em Barueri (SP). As duas seleções se enfrentam nesta quinta-feira (17), às 15h (de Brasília).


Para o duelo contra o Japão, Zé Roberto deu sequência ao rodízio e fez duas alterações: Adenízia entrou no lugar de Carol, e Amanda assumiu a vaga de Drussyla.


O Brasil começou o primeiro set apresentando problemas semelhantes aos do jogo com a Alemanha. Sofrendo para superar o bloqueio japonês e abusando dos erros, a equipe de Zé Roberto Guimarães permitiu a virada japonesa e perdeu o primeiro set por 25 a 22.


No segundo set, Zé Roberto continuou dando sequência ao rodízio. Ainda longe de sua melhor forma, Gabi foi substituída. Com o jogo rolando, a levantadora Roberta passou a apostar mais em Tandara, que na metade da parcial já aparecia com nove pontos de ataque. A estratégia fez o Brasil venceu por confortáveis 25 a 18.


O equilíbrio voltou a aparecer no terceiro set, com destaque para um rali que durou mais de 30 segundos e terminou com ponto japonês. Apesar de mais uma vez permitir a aproximação japonesa, a seleção brasileira conseguiu fechar a parcial em 25 a 23.


No set decisivo, as japonesas passaram a apresentar mais erros do que no restante da partida. A mudança de postura rival fez com que o Brasil abrisse a maior vantagem do jogo até então no meio do quarto set (13 a 4). A diferença não parou de aumentar, com o Japão errando cada vez mais e tudo dando certo para o time de Zé Roberto. A parcial ainda permitiu a entrada de Jaqueline, agora líbero, no time do Brasil. No final, vitória tranquila por 25 a 11.


A seleção brasileira terá quatro compromissos em 2018. Depois da Liga das Nações, terá pela frente a Copa Pan-Americana, de 6 a 15 de julho, no México, o Montreux Volley Masters, entre 4 e 9 de setembro, na Suíça, e o principal desafio desta temporada: o Campeonato Mundial, de 29 de setembro a 20 de outubro, no Japão.

 

Folha PE

TODOS OS COMENTÁRIOS (0)



Login pelo facebook
Postar
 
Curiosidades
Policia
Pernambuco
Fofoca
Política
Esportes
Brasil e Mundo
Tecnologia