Publicada em 05/07/2020 às 10h48.
Brasil tem 1.111 mortes no último sábado (4) com mais óbitos por Covid-19
Foi o maior número de mortes pela Covid-19 em um sábado desde o início da pandemia, em março.


Com isso, o país chega a marca de 64.365 mortes e 1.578.376 casos confirmados do novo coronavírus. (Foto: KARIM SAHIB / AFP)


O Brasil registrou neste dia 4 de julho o maior número de mortes pela Covid-19 em um sábado desde o início da pandemia, em março. Com isso, o país chega a marca de 64.365 mortes e 1.578.376 casos confirmados do novo coronavírus. Este é o terceiro sábado consecutivo de recorde de óbitos. Além disso, desde a última segunda-feira (29), o Brasil registrou diariamente mais de mil mortes. Os dados foram compilados por um consórcio entre Folha, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo, G1 e UOL. Os veículos de imprensa se reuniram para informar números sobre o novo coronavírus, que são coletados diariamente com as secretarias estaduais de Saúde. O balanço das informações é fechado sempre às 20h.


A iniciativa do consórcio de veículos de compilar e divulgar os dados sobre Covid-19 é uma resposta a atitudes recentes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins, retirou informações do ar, deixou de divulgar totais de casos e mortes e divulgou informações conflitantes. A quantidade de casos confirmados neste sábado pode ser maior. Isso porque a Secretaria de Saúde do Piauí não divulgou o dado até o fechamento do balanço.


O Brasil tem uma média de 30 mortos por 100 mil habitantes durante a pandemia. O índice é menor que o dos Reino Unido (66), EUA (39) e Itália (67), por exemplo, mas excede o de países com mais sucesso no controle da doença, como Alemanha (11) e a vizinha Argentina (3). O Ministério da Saúde chegou a dizer no último dia 18 de junho que o Brasil caminhava para estabilização no número de mortes, mas recuou admitindo que a Covid-19 continua a avançar.


O país entra no seu terceiro mês sem um ministro da saúde efetivo. Segue no cargo interinamente o general do exército Eduardo Pazuello. São Paulo segue como estado mais atingido pelo novo coronavírus. Tem agora um total de 312.530 casos confirmados da Covid-19 e soma 15.996 mortar em decorrência da doença. O Ceará registrou um total de 120.952 casos confirmados e 6.411 mortos. O Rio de Janeiro tem 120.440 casos e 10.624 óbitos.


De acordo com o boletim do Ministério da Saúde, divulgado na tarde deste sábado, o Brasil registrou nas últimas 24 horas 1.091 mortes em decorrência da Covid. O total de óbitos chega agora a 64.265. Os dados da pasta também apontam 37.923 novos casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus. De o início da pandemia, o país teve um total de 1.577.004 pessoas infectadas. Desse total, 876.359 pessoas se recuperaram da doença, o que representa 55,6% do total de infectados.


FONTE: DIÁRIO DE PERNAMBUCO 
Os comentários abaixo não representam a opinião do Portal Nova Mais. A responsabilidade é do autor da mensagem.
TODOS OS COMENTÁRIOS (0)



Login pelo facebook
Postar
 
Curiosidades
Policia
Pernambuco
Fofoca
Política
Esportes
Brasil e Mundo
Tecnologia
 
Nova + © 2020
Desenvolvido por RODRIGOTI