Publicada em 15/04/2019 às 09h46.
Em Pernambuco, hotéis estarão lotados durante a Semana Santa
Segundo a Empetur, ocupação hoteleira vai chegar a 82%.

Imagem: Folha PE

 

Muitos brasileiros planejaram viagens para celebrar o feriadão da Páscoa. E o Recife foi um dos cinco destinos nacionais mais procurados por quem pretendia viajar de avião, segundo o aplicativo de passagens aéreas Voopter. Por isso, a expectativa é de muito movimento turístico no Estado. Segundo a Secretaria de Turismo de Pernambuco, cerca de 800 mil pessoas devem passar por aqui nesse período. Por isso, a ocupação hoteleira vai chegar a 82% e a receita turística deve ficar em torno de R$ 512 milhões. 


“Vamos receber turistas de todas as partes do Brasil e do mundo”, confirmou o secretário de Turismo e Lazer de Pernambuco, Rodrigo Novaes, lembrando, que, na Semana Santa, o Estado se destaca por conta do turismo religioso. “É algo que impulsiona o número de visitantes nesta época, com destaque para o já consagrado espetáculo da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém”, comentou Novaes, lembrando que, além de Fazenda Nova, outros municípios realizam a Paixão de Cristo no Estado. “Essas cidades estão com a rede hoteleira praticamente lotada. Triunfo, por exemplo, já está com expectativa de 95% de ocupação”, revelou o secretário. 


Segundo a Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur), também são muito procurados pelos turistas os municípios de Brejo da Madre de Deus, Caruaru e Gravatá, que estão com uma ocupação hoteleira de 95%, 93% e 92% no Agreste, respectivamente. No Sertão, depois de Triunfo, os destaques são Petrolina e Arcoverde, que devem ficar com 80% dos estabelecimentos de hospedagem ocupados. 


Já no litoral, os destinos preferidos dos turistas são Porto de Galinhas e Fernando de Noronha, onde a ocupação hoteleira será de 94% e 91%, respectivamente. Muita gente também vai ficar no Recife. Segundo a Empetur, 84,5% dos hotéis da capital ficarão ocupados no feriado e os visitantes devem permanecer cerca de três dias no Estado. A receita turística deve, então, bater o feito de 2018, quando os ganhos do setor cresceram 41,8% em relação a 2017.

 

Folha PE

 

Os comentários abaixo não representam a opinião do Portal Nova Mais. A responsabilidade é do autor da mensagem.
TODOS OS COMENTÁRIOS (0)



Login pelo facebook
Postar