Publicada em 24/05/2019 às 09h00.
Velho conhecido, Ney Franco revela estratégia da Chapecoense para tentar surpreender Cruzeiro
Técnico da Chape diz que confia no potencial de sua equipe e afirmou que momento de instabilidade celeste é passageiro.

Créditos: Google

 

O técnico mineiro Ney Franco retorna a Belo Horizonte neste domingo para enfrentar o Cruzeiro, às 19h, no Independência, e tem a missão de tentar melhorar o desempenho da Chapecoense fora de casa. Nos dois jogos como visitante no Campeonato Brasileiro, a equipe catarinense foi superada por Corinthians (1 a 0) e Flamengo (2 a 1), na segunda quarta rodadas da competição.


Do outro lado, a Chape encontrará um adversário que também busca reabilitação. A Raposa vem de derrota por 4 a 1 para o Fluminense, no Maracanã, e ocupa a 15ª posição na tabela de classificação. Logo em seguida, na 16ª colocação, vem a Chape, que também foi derrotada na última rodada, por 3 a 1, para o Fortaleza, na Arena Condá.


Em entrevista ao Superesportes, Ney Franco avaliou os momentos de ambas as equipes e disse como pretende surpreender o time de Mano Menezes no Horto. O treinador da Chape revelou que pretende explorar bem a bola parada e os contragolpes, o que não significa que o time ficará retraído durante os 90 minutos.


“A gente tem um modelo de jogo. É uma equipe que explora bem o contra-ataque, tem uma bola parada boa ofensiva. É um time que, na parte defensiva - tirando esse último jogo - a gente vinha com a defesa bem sólida. Dentro desse jogo contra o Cruzeiro é esse ajuste defensivo. Uma equipe marcando forte e uma equipe que vai explorar contra-ataque. É dessa forma que a gente quer jogar, mas esse contra-ataque não pode se confundir com uma equipe que vai jogar só na defesa. O jogo, em alguns momentos, pede uma marcação mais adiantada, no momento certo. E a gente está trabalhando para isso. Para achar esse equilíbrio”, ponderou Ney Franco.


Instabilidade do Cruzeiro


O Cruzeiro não vence há quatro jogos. O último triunfo foi em 5 de maio, quando bateu o Goiás, por 2 a 1, no Mineirão, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. De lá pra cá foram três derrotas e um empate. Na última rodada da fase de grupos da Copa Libertadores, o time perdeu para o Emelec por 2 a 1.


No Brasileirão já são duas derrotas consecutivas, para Internacional (3 a 1) e Fluminense (4 a 1). Pela primeira partida das oitavas de final da Copa do Brasil, a Raposa empatou por 1 a 1 com o Fluminense no Maracanã.


Ney Franco falou sobre o momento de instabilidade do Cruzeiro, mas pregou o respeito ao seu ex-clube, exaltando as qualidades do elenco e do treinador celestes, Mano Menezes.


“O que você tem que ver do Cruzeiro é que hoje é comandado por um treinador que tem um nome no futebol brasileiro e já tem serviços prestados ao Cruzeiro, de conquistas.


A gente sabe que esse momento de turbulência não é suficiente para tirar o mérito do treinador, principalmente de um treinador que é experiente. Não só os jogadores do Cruzeiro, como o treinador têm experiência suficiente para passar por esse momento”, elogiou Ney Franco.

 

Ney afirmou que confia no potencial da sua equipe e que o time da Chapecoense não estará focado em se aproveitar da pressão pela qual passa o Cruzeiro.


“A gente não pode ir por esse caminho. É um caminho que a gente sabe que não é a realidade. O Cruzeiro tem um time qualificado e tem tudo para se acertar dentro do Campeonato Brasileiro. É um dos postulantes ao título. Estou pensando mais no potencial que a nossa equipe tem”, disse o treinador.


O técnico do Verdão considera que o time tem condições de melhorar os números ruins fora de casa, problema que o time enfrenta desde o ano passado.


“Acho que esse é o grande problema da Chapecoense. Foi na temporada passada e nesta temporada. Fora de casa, não teve um aproveitamento alto. Mas, em cima dos dois jogos que a gente fez no Brasileiro, a nossa equipe jogou muito bem fora de casa. O resultado não veio por causa de alguns detalhes básicos e a gente está tentando corrigir para este confronto contra o Cruzeiro”, comentou.


Carreira como técnico


Ney Franco tem 52 anos e é mineiro de Vargem Alegre. Foi treinador das categorias de base do Cruzeiro durante dez anos e do Atlético durante três. Em 2005, comandando o Ipatinga, foi campeão mineiro vencendo justamente a equipe celeste.


O técnico tem no currículo os títulos da Copa Sul-Americana de 2012, dirigindo o São Paulo e a Copa do Brasil de 2006, comandando o Flamengo. Além do título mineiro, conquistou outros dois estaduais: venceu o Carioca pelo Flamengo (2007) e o Paranaense, pelo Coritiba (2010). No Coxa, também conquistou o Brasileiro da Série B em 2010.


No comando da Seleção Brasileira sub-20, Ney Franco venceu o Campeonato Sul-Americano e o Mundial, ambos em 2011.

 

SuperEsportes

Os comentários abaixo não representam a opinião do Portal Nova Mais. A responsabilidade é do autor da mensagem.
TODOS OS COMENTÁRIOS (0)



Login pelo facebook
Postar
 
Curiosidades
Policia
Pernambuco
Fofoca
Política
Esportes
Brasil e Mundo
Tecnologia
 
Nova + © 2019
Desenvolvido por RODRIGOTI