Publicada em 11/06/2019 às 11h03.
Produção industrial do estado cresce acima da média nacional, diz IBGE
Os dados são da Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física Regional e reúne informações da passagem de março para abril deste ano.

Imagem: JC Online

 

Pernambuco registrou 8,3% na produção industrial na passagem de março para abril deste ano, a maior alta do país, superando a média nacional, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os dados são da Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física Regional e foram divulgados nesta terça-feira (11). Em todo Brasil, houve crescimento em dez dos 15 locais pesquisados pelo IBGE. Seguindo Pernambuco vêm a Bahia (7,4%) e a Região Nordeste, que congrega os dados dos nove estados (6,1%).


Outros estados que tiveram alta na passagem de março para abril foram Mato Grosso (5,1%), Ceará (3,7%), São Paulo (2,4%), Rio Grande do Sul (2,3%), Santa Catarina (1,3%), Paraná (0,3%) e Minas Gerais (0,1%).


Estados com queda


Seguindo a tendência contrária à alta nacional de 0,3%, cinco estados tiveram queda. O destaque ficou com o Pará, cuja indústria recuou 30,3%. Outros locais com redução na produção foram Espírito Santo (-5,5%), Rio de Janeiro (-4,5%), Goiás (-1,4%) e Amazonas (-1,2%).


Na comparação com abril do ano passado, apenas seis locais tiveram alta, com destaque para Ceará (6,5%) e Rio Grande do Sul (6,3%). Nove locais tiveram queda, a maior delas no Pará (-31%).


No acumulado do ano, onze locais tiveram queda, com destaque para Espírito Santo (-10,3%), e quatro tiveram alta. Paraná e Rio Grande do Sul tiveram os maiores crescimentos (6,2% cada um).


De acordo com o IBGE,  no acumulado de 12 meses, dez locais tiveram queda, sendo a maior delas (-4,9%) em Goiás. Cinco locais tiveram alta na produção, com destaque para o Rio Grande do Sul (6,6%).

 

JC Online

Os comentários abaixo não representam a opinião do Portal Nova Mais. A responsabilidade é do autor da mensagem.
TODOS OS COMENTÁRIOS (0)



Login pelo facebook
Postar
 
Curiosidades
Policia
Pernambuco
Fofoca
Política
Esportes
Brasil e Mundo
Tecnologia