Publicada em 23/01/2020 às 09h44.
Sport vacila e fica na igualdade com Vitória, na Arena
Depois de um bom início de jogo, time rubro-negro vacila na segunda etapa e empata com Tricolor das Tabocas.

Imagem: reprodução do Google


Num jogo que parecia estar resolvido, o Sport se complicou e ficou na igualdade com o Vitória das Tabocas, por 1x1, em duelo realizado na noite da última quarta-feira (22), no péssimo gramado da Arena de Pernambuco.


Os gols foram marcados por Juninho e Erverson, respectivamente. Com homenagem a Durval no telão antes da bola rolar, o embate marcou o retorno de Rithely aos gramados com a camisa leonina.


Ao lado de Cleberson e Ronaldo, o volante foi uma das novidades na equipe titular do técnico Guto Ferreira. O camisa 21 esteve em campo até a metade do segundo tempo. Com a igualdade, o rubro-negro ocupa a 5ª colocação, enquanto o Tricolor é o 7º lugar.


Com Rithely jogando livre no meio-campo, o Sport não encontrou dificuldades para chegar ao ataque na etapa inicial e logo abriu placar. Aos 11, Ronaldo acertou belo lançamento da zaga para Vicente. O lateral-esquerdo dominou e tocou para o meio da área.


Após desvio de Pardal, Juninho bateu de bico para o fundo do gol. O atacante não marcava desde março do ano passado. Mesmo com a vantagem no marcador, o Leão não tirou o pé do acelerador. Hora com Ronaldo, outra com Alê Santos, os volantes pisavam na área do Vitória. Em uma das chegadas, Ewerthon fez boa jogada pela direita e cruzou rasteiro.


Depois de Alê Santos furar a finalização, Pardal bateu sem direção. Atacando com todo o time, aos 37 foi a vez de Chico tentar ampliar. O zagueiro soltou o pé de fora da área e obrigou o goleiro Felipe Alisson a buscar no ângulo direito.


Na segunda etapa, com Elton na vaga de Pedro Maranhão, o Rubro-negro adotou um 4-4-2 com Alê Santos e Pardal aberto pelos lados e Rithely flutuando no meio até sair para a entrada de Willian Farias, aos 23.


E, depois da equipe parecer acomodada em campo, foi exatamente do camisa 8, o vacilo que resultou no empate dos visitantes. O volante tocou fraco para trás, Erverson aproveitou, driblou Chico e com um belo toque por cima de Mailson deixou tudo igual na Arena, aos 28.


Com a igualdade no placar, o Vitória se assanhou e na sequência obrigou o goleiro rubro-negro a trabalhar em bom chute de Paulo. A última boa chegada do Sport foi com Júlio, de cabeça, aproveitando cruzamento de Vicente.


Agora, o time pernambucano vira a chave para a Copa do Nordeste. No sábado, o Leão vai a Maceió, onde encara o CSA pela primeira rodada da competição. O time da Praça da Bandeira volta ao certame depois de duas temporadas ausente.


Ficha do jogo:


Sport 1


Mailson; Ewerthon, Cleberson, Chico e Vicente; Ronaldo, Alê Santos, Rithely (Willian Farias) e Pardal; Juninho (Júlio) e Pedro Maranhão (Elton).


Técnico: Guto Ferreira.


Vitória/PE 1


Felipe Alisson; Walber, Fabinho Vitória, Oseas e Giva; Wires, Misso (Christian) e Fael; Paulo, Lucas Santos (Thomás) e Alex Bruno (Erverson).


Técnico: Alexandre Aguiar.

 

Local: Arena de Pernambuco

Árbitro: Tiago Nascimento dos Santos.

Assistentes: Bruno César Chaves Vieira e José Romão da Silva Neto

Gols: Juninho, aos 11' do 1T (SPT); Erverson, aos 28 do 2T.

Cartões amarelos: Vicente (SPT); Lucas Santos (VIT)

Público: 3.448 torcedores.


FONTE: FOLHA PE 

Os comentários abaixo não representam a opinião do Portal Nova Mais. A responsabilidade é do autor da mensagem.
TODOS OS COMENTÁRIOS (0)



Login pelo facebook
Postar
 
Curiosidades
Policia
Pernambuco
Fofoca
Política
Esportes
Brasil e Mundo
Tecnologia
 
Nova + © 2020
Desenvolvido por RODRIGOTI