Publicada em 25/02/2021 às 09h14.
Polícia investiga morte de dentista em Paulista; ex-marido pode ser autor do crime
Emelly Nayane da Silva pode ter sido morta pelo ex-marido, segundo o delegado adjunto da 7ª Delegacia de Homicídios de Paulista, Augusto Cunha.

IML do Recife - Foto: Arthur de Souza / Folha de Pernambuco


A Polícia Civil de Pernambuco investiga a morte de uma dentista de 24 anos em um hospital de Paulista, Região Metropolitana do Recife, ocorrida na última segunda-feira (22).

Emelly Nayane da Silva pode ter sido morta pelo ex-marido, segundo o delegado adjunto da 7ª Delegacia de Homicídios de Paulista, Augusto Cunha.

"Tratamos essa como uma linha [de investigação], porque, na verdade, ele [o ex-marido] fez o socorro da vítima, levou ela até o hospital e em seguida se evadiu", explicou.

Augusto Cunha disse, ainda, que a delegacia tentou entrar em contato com o ex-marido da vítima, mas, até o momento, ele não deu retorno. "O pai compareceu espontaneamente e disse que não sabia do paredeiro [do filho]. Não tem contato desde o dia do fato", acrescentou o delegado.

Agora, o delegado aguarda o resultado do laudo da necrópsia. "O que se tem é uma imagem da declaração de óbito, que vem circulando e cita asfixia por esganadura", disse.

Em nota, a Polícia Civil de Pernambuco informou que foram feitas perícias no corpo de Emelly para identificar a causa da morte, tipificada, preliminarmente, como "a esclarecer". "Ao término das ouvidas de testemunhas relacionadas, será definida a causa jurídica da morte", informou a polícia.

À reportagem, o delegado Augsuto Cunha informou que, caso os laudos confirmem a causa da morte como homicídio, a linha de investigação passará a ser essa.

A polícia pede ajuda à sociedade para elucidar o crime. Informações relevantes sobre o caso podem ser repassadas à 7ª Delegacia de Polícia de Homicídios Metropolitana Norte, de Paulista.

A delegacia fica localizada na avenida Marechal Floriano Peixoto, nº 125, no Centro de Paulista. Informações podem ser repassadas no local, ou através do (81) 9.9488-7050, contato de telefone da delegacia. O sigilo é garantido.

O inquérito policial, sob a responsabilidade do delegado Augusto Cunha, segue em andamento. Outras pessoas deverão ser intimadas a depor em breve.

O corpo de Emelly foi enterrado no Cemitério de Igarassu, na manhã desta quarta-feira (24).



FONTE: FOLHAPE.COM.BR

Os comentários abaixo não representam a opinião do Portal Nova Mais. A responsabilidade é do autor da mensagem.
TODOS OS COMENTÁRIOS (0)



Login pelo facebook
Postar
 
Curiosidades
Policia
Pernambuco
Fofoca
Política
Esportes
Brasil e Mundo
Tecnologia
 
Nova + © 2021
Desenvolvido por RODRIGOTI