Publicada em 13/10/2017 às 08h22.
Vencer é o único objetivo do Santa Cruz diante do Figueirense
Santa cruz não vence fora de casa na Série B do Campeonato Brasileiro há quatro mês.

Santa Cruz ciente da necessidade de vencer o Figueirense fora de casa. / Foto: Diego Nigro/JC Imagem

Santa Cruz ciente da necessidade de vencer o Figueirense fora de casa.
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Davi Saboya
Twitter: @davisaboya

Vencer, vencer, vencer. Esse é o único pensamento do Santa Cruz diante do Figueirense, amanhã, às 16h30, no estádio Orlando Scarpelli, em Santa Catarina, pela 29ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Isso porque o adversário da Cobra Coral é um concorrente direto na fuga do rebaixamento para a Terceira Divisão. Com 29 pontos, o Tricolor é o 18º colocado. Três a menos que o time catarinense, que está uma posição na frente. Por isso, a necessidade da conquista dos três pontos. Uma derrota deixa a situação bem difícil, pois aumentaria para seis pontos a diferença para o próprio Figueira.


Ao contrário das táticas adotadas nos últimos confrontos fora de casa, o Santa Cruz quer uma maior posse de bola contra o Figueirense. Como precisa ganhar o “jogo de seis pontos”, a ideia é ter o máximo possível de condições para marcar gols. “É um adversário direto na competição. Quanto mais ficarmos com a bola na partida será melhor, pois teremos mais chances de criarmos oportunidades. Só a vitória interessa para a gente. Se empatar, não vai ser um bom resultado”, afirmou o meia João Paulo.

 

Para vencer a próxima partida, o Santa Cruz precisará ter um desempenho diferente do que teve durante toda a Segundona. Com apenas duas vitórias longe de Pernambuco, o tricolor é o quarto pior visitante da Série B e acumula ainda quatro empates e oito derrotas. Nem mesmo a chegada do técnico Marcelo Martelotte há seis jogos mudou o retrospecto. Nos três duelos fora de casa foram dois empates e uma derrota, além de ter conquistado apenas uma vitória diante do Goiás por 3x0 no Arruda.


Assim como todo jogo decisivo, Santa Cruz x Figueirense poderá ser decidido no detalhe. Uma bobeira pode custar caro ao tricolor. Dessa maneira, a lei na equipe coral é para ter atenção máxima durante todos os 90 minutos. De acordo com o zagueiro Anderson Salles, o adversário irá partir para cima dos pernambucanos, pois está jogando em casa e com o apoio dos torcedores. “O Figueirense é uma equipe que vai propor o jogo, pois está jogando em casa e diante da torcida. Temos que ficar atentos e procurar focar nos pontos fracos deles para tentar sair com a vitória”, disse o defensor.


BOLA PARADA

Por outro lado, o Santa Cruz tem uma arma na defesa que pode decidir a partida contra o Figueirense a favor na bola parada. É Anderson Salles. No início da temporada, era difícil ele perder uma cobrança de falta. No entanto, a última vez que o jogador acertou foi nas quartas de finais da Copa do Nordeste diante do Itabaiana. “Treino bastante durante a semana, mas acho que o gol irá voltar a sair naturalmente. Não fico me cobrando nesse sentido. Até porque não é a minha função”, comentou o zagueiro.

 

Jc Online

TODOS OS COMENTÁRIOS (0)



Login pelo facebook
Postar
 
Região: Últimas notícias
Curiosidades
Policia
Pernambuco
Fofoca
Política
Esportes
Brasil e Mundo
Tecnologia