Publicada em 13/06/2018 às 11h03.
Polícia prende mais um suspeito na morte de professor em Porto Calvo, AL
Marcos José da Silva, chamado de 'Marquinhos', foi preso no mesmo município do crime. Segundo a polícia, ele nega as acusações.

 (Foto: Arquivo pessoal)

 

A Polícia Civil confirmou nesta terça-feira (12) a prisão do segundo suspeito de participar da morte do professor desaparecido Edmilson da Silva, em Porto Calvo.


Ele se chama Marcos José da Silva, conhecido popurlamente como "Marquinhos". A prisão do suspeito aconteceu na segunda (11), no mesmo mesmo município do crime, em cumprimento a mandado expedido pela Justiça. Ele nega o crime.


Depois de detido, Marquinhos foi levado para a delegacia de Porto Calvo e, nesta terça, foi transferido para a delegacia de São Luís do Quitunde porque lá tem cela.


A polícia já tinha prendido Thiago Santos da Silva, ex-aluno do professor. Ele confessou que matou a vítima para roubar a moto dele. O dinheiro conseguido com o veículo roubado serviria para pagar custos de processo de um parente preso.


De acordo com a polícia, ao contrário de Thiago Santos, Marquinhos diz que não participou do crime. "O Thiago falou na cara do Marquinhos na cela: 'Eu atirei nele [professor], você estava comigo e levou a moto", falou um agente ao G1 que preferiu não se identificar.


Ainda segundo o agente, Thiago Santos foi levado hoje para o presídio. Marquinhos, por sua vez, ainda não foi transferido porque está sem identidade. A polícia acredita que ele tenha 19 anos e já tem antecedentes criminais.


O corpo do professor foi encontrado perto da Usina Santa Maria, na zona rural do município, com marca de tiro na cabeça.

 

 

G1

TODOS OS COMENTÁRIOS (0)



Login pelo facebook
Postar
 
Curiosidades
Policia
Pernambuco
Fofoca
Política
Esportes
Brasil e Mundo
Tecnologia