Publicada em 20/09/2020 às 09h01.
Pernambuco registra 807 novos casos e 33 óbitos pela Covid-19 nas últimas 24h
Dados foram divulgados no boletim da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) do sábado (19).

Imagem: AFP 


No sábado (19), a Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) registrou 807 novos casos da Covid-19. Pernambuco contabiliza, desde o início da pandemia, 141.042 casos confirmados do novo coronavírus. No boletim, também foram registrados 33 óbitos. O número total de vítimas fatais é 8.004.


Entre os casos confirmados neste sábado, 42 são considerados Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 765 são leves e os pacientes não precisaram de internamento hospitalar.


Das 33 mortes notificadas, 4 ocorreram entre a quarta (16) e a sexta-feira (18) desta semana. Os outros registros estão datados entre 23/4 e 14/09. Os pacientes tinham idades entre 39 e 85 anos. As faixas etárias são: 30 a 39 (1), 40 a 49 (3), 50 a 59 (4), 60 a 69 (9), 70 a 79 (12), 80 anos ou mais (4).


As mortes confirmadas no boletim são de pessoas residentes nos municípios de Belém de Maria (1), Cabo de Santo Agostinho (5), Cachoeirinha (1), Camaragibe (2), Caruaru (2), Cedro (1), Custódia (1), Gameleira (1), Igarassu (1), Jurema (1), Olinda (1), Paulista (1), Primavera (1), Recife (10), Sanharó (1), São Lourenço da Mata (1), Tabira (1) e Triunfo (1).


Dos 33 pacientes que vieram a morrer, 10 apresentavam comorbidades confirmadas: hipertensão (4), doença neurológica (3), câncer (2), doença de Chagas (1), doença respiratória (1) e tabagismo (1) - um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Os demais estão em investigação.


Além disso, o boletim registra um total de 122.512 pacientes recuperados da doença. Destes, 16.106 eram pacientes graves, que necessitaram de internamento hospitalar, e 106.406 eram casos leves.


Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, até agora, 21.585 casos foram confirmados 35.323 descartados.


As testagens entre os trabalhadores do setor abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e municipal) ou privada. O Governo de Pernambuco foi o primeiro do país a criar um protocolo para testar e afastar os profissionais da área da saúde com sintomas gripais. 


FONTE: FOLHA PE 

Os comentários abaixo não representam a opinião do Portal Nova Mais. A responsabilidade é do autor da mensagem.
TODOS OS COMENTÁRIOS (0)



Login pelo facebook
Postar
 
Curiosidades
Policia
Pernambuco
Fofoca
Política
Esportes
Brasil e Mundo
Tecnologia
 
Nova + © 2020
Desenvolvido por RODRIGOTI