Publicada em 19/10/2021 às 08h00.
'Cisne Branco', navio-escola da Marinha do Brasil, se choca com ponte no Equador
Os mastros do veleiro se chocaram contra uma ponte basculante.


Foto: Ecuadorean Navy / AFP


O navio-escola "Cisne Branco", da Marinha do Brasil, se chocou nesta segunda-feira (18) com uma ponte do porto equatoriano de Guayaquil, sem deixar vítimas, no que foi denominado de um acidente pela Marinha equatoriana.


Os mastros do veleiro majestoso se chocaram contra uma ponte basculante para pedestres sobre o rio Guayas, sem que um rebocador tenha conseguido evitar a colisão, segundo um vídeo que circula no Twitter.


A Marinha equatoriana destacou em um comunicado que o "acidente" ocorreu "durante a manobra de desatracamento" e que um de seus rebocadores afundou ao tentar ajudar o "Cisne Branco".


Um dos mastros do veleiro, que chegou a Guayaquil no sábado no âmbito de um cruzeiro internacional, se rompeu, segundo imagens divulgadas no Twitter.


O capitão do porto, comandante Danilo Espinoza, informou no mesmo comunicado que "não há vítimas humanas, nem feridos, e será aberto o respectivo sumário administrativo para a investigação correspondente sobre este acidente marítimo".


A Marinha brasileira informou, por sua vez, que o veleiro "se chocou com uma ponte, possivelmente devido ao efeito da correnteza. Um rebocador local, que sustentava o barco, virou durante este movimento. Não houve acidente com o pessoal".


Espinoza acrescentou que o veleiro "será levado novamente até o cais do Yacht Club (de Guayaquil) para a revisão técnica pertinente".


Também em um comunicado, a Marinha brasileira informou que o veleiro está ancorado de forma segura, esperando disponibilidade no cais para atracar em Guayaquil. onde serão avaliadas as condições da embarcação.



FONTE: DIARIODEPERNAMBUCO.COM.BR

Os comentários abaixo não representam a opinião do Portal Nova Mais. A responsabilidade é do autor da mensagem.
TODOS OS COMENTÁRIOS (0)



Login pelo facebook
Postar
 
Curiosidades
Policia
Pernambuco
Fofoca
Política
Esportes
Brasil e Mundo
Tecnologia
 
Nova + © 2021
Desenvolvido por RODRIGOTI